Aborto espontâneo

Aborto espontâneo

Mãe sofre de mania de culpa, a maioria sofre, eu sofro… acontece alguma coisa com filho e me cobro se fiz algo errado, e se poderia {ou deveria} ter feito algo para evitar.

Esse dias foram bem tumultuados em minha vida, aprendi na pele que quando achamos que tudo está sob controle, algo muda de direção e mostra que você não tem esse poder!

Sendo mãe de dois meninos, sempre ouvi perguntas do tipo: “Não vai tentar uma menininha?”, e a resposta sempre foi a mesma… me programei para ter dois filhos, independente do sexo deles. E é verdade, nunca criei expectativas, acredito que filhos são bençãos e que trazem mais cor e vida.

E foi assim que pensei quando descobri uma terceira gestação {não planejada}. Assustei, fiquei meio atordoada, mas pensei nas frases clássicas: “Onde comem 2, comem 3”; “Coração de mãe sempre cabe mais um…”; e assim meus batimentos cardíacos foram se acalmando.

Marquei ginecologista e passei na minha hematologiasta {tratei uma queda de ferro, resultado de uma disfunção hormonal, pode ser essa a causa da surpresa, a bagunça do meu organismo}. Mas mãe sente, né?

Uma semana, que pareceram meses… a consulta com minha GO não chegava e sentia que algo não estava acontecendo de maneira correta {a gente nota quando a gestação está diferente das outras, mesmo sabendo que elas sempre são diferentes}.

Nunca tive corrimento na gestação, e eis que ele apareceu, com uma coloração rosada {essa nunca tive na vida!}, e meu botão de alerta acendeu!

Liguei para a minha médica, e ela orientou que procurasse o pronto atendimento. Consulta, exame de sangue, ultrassom, e foi constatado o que já sabia {os exames de farmácia, mais precisamente 2, já haviam dedurado} uma gravidez, bem no início, pouco mais de 4 semanas.

Já estava feliz, pensando onde colocar o berço {a opção mais lógica era o teto, meu apê já está com um número elevado de pessoas por metro quadrado}, e uma cólica que iniciava no pé da barriga e se estendia para as pernas começou a me incomodar.

aborto espontâneo

Dois dias depois da primeira visita ao PA, lá estava eu novamente, continuava assustada, mas por causas diferentes. Um sangramento com coágulos, que me fez ter certeza que estava passando por um aborto espontâneo. Imagina a cabeça da pessoa que achou que não vivenciaria mais nenhuma experiência gestacional, e em poucos dias se descobriu grávida novamente, e agora passava por algo que nunca havia passado… sim, estava vivendo na pele um aborto espontâneo.

É triste! Dói! Tanto fisicamente quanto psicologicamente. A gestação não foi planejada, mas mulher se sente mãe assim que descobre!

Acredito que se eu estivesse tentando a dor seria maior… acho que se fosse uma meta, a frustração seria maior… mas mesmo assim doeu!

E além da dor tem a culpa! Será que fiz algo errado? Não me cuidei? Será que foi o susto?

Não foi… o aborto espontâneo acontece mais do que você imagina, pois é a forma que o organismo encontra de não levar a diante uma gestação com má formação.

Foi assim que minha médica me explicou, e tirou essa culpa da minha cabeça.

E volto a repetir os  fazer exames {isso dói também, porque você faz exames para confirmar que não está mais grávida}, dessa vez não havia nada na imagem… triste, mas bom! Triste pois antes havia um saco gestacional e a esperança de um bebê, mas bom, pois tudo que não foi à diante já havia sido eliminado, e não precisei passar por uma curetagem.

O exame de sangue mostrou que os hormônios da gravidez também haviam despencado.

Essa análise é muito importante, pois as mulheres ficam suscetíveis a infecções caso não eliminem todos esses vestígios da gravidez interrompida. Não deixe de passar em seu médico de confiança!

Se você está passando pela mesma situação, calma! A dor física vai passar… e a psicológica vai amenizar.

6 thoughts on “Aborto espontâneo

  1. Oi, Ca.

    Já te disse antes, mas sinto muito. Uma pena mesmo.

    Culpa? Não sinta! Deus sempre nos reserva coisas inacreditáveis.

    Fica bem . Bjs

    1. cpagamisse

      Oi Pri! Obrigada pelo carinho de sempre! Beijão

  2. Lilian

    Oi Camila. Que triste. A gente faz tantos planos em um curto período e quando vem essa surpresa desagradável nos tira o chão. Mas é isso mesmo que a médica disse, e tem algo errado nosso corpo percebe, e que seja a vontade de Deus. Abraços.

    1. cpagamisse

      Oi Lilian! Obrigada elo carinho! Beijos

  3. Querida Ca! Fique Bem!! Que Deus conforte seu coração!
    Um grande abraço,
    Gi

    1. cpagamisse

      Oi Gi! Obrigada pelo carinho de sempre!!! Beijão

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *