Papinha de frutas

Papinha de frutas

A introdução alimentar dos bebês, a partir dos 6 meses, começa de forma gradual, e geralmente pelas frutas. Converse com seu pediatra sobre esse assunto, ele irá orientar a forma que se deve iniciar e também como deverá ir complementando a introdução.

As frutas mais suaves são recomendadas nesse início, como maçã, pera, banana e mamão. Deixe a criança conhecer o sabor da fruta, não acrescentando nenhum outro ingrediente {muito menos açúcar}.

papinha de frutas
Imagem Pixabay

Maçã e pera podem ser raspadas e banana e mamão amassadinhas. As frutas devem ser dadas separadamente, ou seja, uma fruta por vez, assim você pode analisar se a criança gostou ou rejeitou, e ainda se ela não provoca nenhuma reação.

O bebê pode recusar algumas papinhas nas primeiras vezes, mas continue oferencendo. Segundo o Ministério da Saúde, “são necessárias em média de 8 a 10 exposições a uma novo alimento para que ele seja aceito pela criança”.

Nesse período também pode-se oferecer suquinho, recomenda-se de laranja-lima, que é docinha, pouco ácida e fonte de vitamina C. Como as crianças daqui de casa sempre mamaram no peito, já iniciei o processo do suco com o copinho para não interferir na amamentação, mas você também pode escolher a chuquinha caso seu filho não mame no peito.

Assim como nas frutas, o suco não é necessário adoçar, nem com açúcar e nem com mel.

Depois de iniciar com as frutas mais básicas, e ter passado pelo tempo de aceitação de cada uma, você pode oferecer outras, inclusive fazer combinações.

Para escolher as combinações pense nas frutas que você gosta juntas, por exemplo:

  • Maçã e banana;
  • Banana e morango;
  • Maçã e pera;

Seguindo o mesmo método de amassá-las ou raspá-las. Algumas papinhas são cozidas, como a manga, ou mesmo a maçã ou pera, caso queiram deixá-las macias {peça orientação do pediatra}, a casca nunca deve ser dada para a criança, mesmo nas frutas cozidas.

papinha de frutas
Imagem Pixabay

Conforme a criança vai crescendo, as papinhas de frutas começam a ficar pedaçudas, estimulando o mastigar. Então não raspe muito ou não amasse muito.

Nesse momento algumas mamães optam pelo BLW, deixando a fruta em formato de palito, para a criança segurar e morder {apesar de ler muito sobre esse método, não utilizei com meus filhos}.

Quando o bebê começa a introdução alimentar, a rotina da família modifica, e se normalmente a alimentação não era tão regrada, começa a ser mais saudável.

Aproveite e curta esse momento!

FACEBOOK // INSTAGRAM // PINTEREST

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *