E a puberdade bateu na porta da minha casa…

      Essa semana levei o Gabriel para uma consulta na pediatra. Fazia tempo que não levava para uma “CONSULTA”, quando estava resfriadinho aproveitava para levar junto na consulta do irmão, só para ela ver se estava tudo bem.
 
      Mas dessa vez não, foi exclusiva para ele. E foi bater os olhos nele que a Dra. Sonia me solta: ele está no inicio da Puberdade! Oi?! O que?! Meu bebê?! Não pode ser…
 
    Sabe aquela frase, para a mãe seu filho sempre será um bebê? Acho que caiu perfeitamente a mim… parei no tempo, mesmo vendo o Gabriel grande, exatamente 1,58 aos 10 anos. Mas pera aí, isso não quer dizer nada! É o meu bebê grande!
 
    E enquanto os olhinhos dele brilhavam e perguntavam à médica se ele já era adolescente, a mãe perdia a voz e ficava estática, com os olhos arregalados.
 
      Passado o susto, ela me orientou quais são as mudanças que ocorrem no corpo da criança nessa fase, que por sinal são muitas. Agora vocês podem estar se perguntando, mas ela passou por isso, qual o espanto? Ou têm que explicar para ela quais as modificações?
 
       Primeiramente, faz um tempinho que passei por isso (pouco tempo), e segundo eu sou menina, mesmo tendo irmão, juro que não sei todas as etapas.
 
        Então, chegando em casa fui buscar mais informações, mãe nunca acha que sabe o suficiente, e tenho que estar preparada para passar segurança ao responder as perguntas (Gabriel adora fazer questionamento, me sinto em um programa de TV daqueles que o prêmio é milhão de reais.). Ele sempre começa com algumas fáceis, para me deixar confiante, e a última é para acabar, eu não consigo nem disfarçar a minha falta de resposta, fica estampado.
 
        Então vamos lá Google amigo!
 
       O que notei é que os especialistas não definiram uma idade específica, pois varia de sexo e também de individuo. Geralmente as meninas iniciam antes, lembram-se do “as meninas amadurecem antes que os meninos” (?).
 
      Encontrei essa imagem bem legal, pena que não achei a fonte! A idade média citada bateu com a daqui de casa, pois o Gá esta com exatos 10 anos e 6 meses.
 
Não encontrei a fonte da imagem 🙁
 
 
      Devemos ficar atentos a essa fase, ou até mesmo antes dela, pois existe a puberdade precoce, que são sinais da puberdade antes do esperado (8 ou 9 anos nas meninas e antes dos 10 anos nos meninos).
 
    A puberdade precoce pode mexer com a autoestima da criança, pois ela se sente diferente das outras da mesma faixa etária, e também pode atrapalhar o crescimento.
 
      Para amenizar o processo existem tratamentos hormonais, que devem ser feitos com o acompanhamento de um endocrinologista pediátrico. O objetivo é anular a menstruação, desacelerar o avanço da maturação óssea, retomar a velocidade normal do crescimento e normalizar possíveis problemas psicológicos e sociais.  No caso de não realizar o tratamento, a estatura final da criança pode ser prejudicada, além de alterações psicológicas decorrentes.
 
     O melhor é acompanhar e ficar atento às mudanças das crianças, sim crianças, porque antes de sair do consultório fiz questão de perguntar se o Gabriel é adolescente, e ela disse que ele é pré-adolescente, então se está no pré é criança, acabou de sair do jardim…. hehe
 
      Aguardem as próximas postagens do assunto, pode ser eu me descabelando em uma batalha contra os  hormônios do filho!

5 thoughts on “E a puberdade bateu na porta da minha casa…

  1. Pode deixar Camila! Bjão

  2. Ai Liliaaaaaaaan, Socorroooooooo!!!!
    Como pode passar tão rápido?
    Então passaremos por essa fase juntas, podemos trocar figurinhas.
    Já ouvi falar sobre o RX das mãos, uma mãe aqui do condomínio teve que fazer, mas a do seu "mocinho" deu dentro, tá certinho…
    Amiga, vai me ajudando tá?! Mamães amigas unidas, please!!!
    Um bjão,
    Camila

  3. Kkkkk! Morri de rir!!! Passei por isso no inicio do ano! A pediatra pediu RX de idade óssea (das mãos) já ouviu falar?? Eu nao sabia o que era e perguntei ao google! Ele estava com 10 anos e 8 meses e a idade óssea era de 11. Ela recomendou mais atividade física. Para crescer.

  4. Já Marília!!!! O "ai Meu Deus" foi o que falei para a pediatra… o negócio é respirar fundo e torcer para a batalha de hormônios ser o mais tranquilo possível (se isso for possível)! bjs

  5. Ai meu Deus, já? Nem quero pensar nisso!! hehehe, ainda bem que tem o google, né? Saaanto Google!

    Mas falando sério, relaxa que vai dar td certo!

Comments are closed.