Cadeirinha vibratória {ou bouncer} – comprar ou não comprar?

Cadeirinha vibratória {ou bouncer} – comprar ou não comprar?

Confesso que entre tantos itens para fazer o enxoval do Daniel, porque na época do Gabriel não conhecia {nem sei se existia}, não coloquei na lista a cadeirinha vibratória ou bouncer, como é conhecida fora do Brasil.

Mas a madrinha, super antenada, tirou férias nos Estados Unidos e trouxe de presente para ele! E foi paixão a primeira vista {da mãe} e a primeira usada {do filho}…

cadeirinha vibratoria ou bouncer

Sempre gostei de deixar a criança perto de mim enquanto estava fazendo alguma atividade em casa, e a melhor opção {até então} era o carrinho.

cadeirinha vibratoria ou bouncer 1

Após a cadeirinha vibratória, bouncer ou cadeirinha de balanço {são vários nomes para o mesmo objeto}, revezava entre ela e o carrinho.

Por que devo comprar a cadeirinha vibratória {bouncer}?

Vou listar o que acho interessante e você decide se é importante para sua família:

  • a posição é super confortável para o bebê, e por ficar mais inclinadinho, facilita para as crianças que tem refluxo;
  • uma ótima opção para alternar entre carrinho, tapetinho de brincar…;
  • os brinquedos estimulam a criança, que fica {super} entretida;
  • é leve e fácil de transportar, tanto dentro de casa quanto fora;
  • fácil de higienizar;
  • a função “tremer” tranquiliza o bebê {limitava o uso por acreditar não ser agradável ficar tremendo por muito tempo}. Mas mesmo com essa opção desligada, a cadeira tem um balanço que a própria criança pode fazer {eles aprendem super rápido}.

Me ajudou muito, e recomendo!

Hoje está bem fácil encontrar, e existem várias opções, com variações de materiais e também de faixa etária, alguns vão até 12 meses, enquanto outras tem a faixa etária mais prolongada, seguindo também por peso.

 

One thought on “Cadeirinha vibratória {ou bouncer} – comprar ou não comprar?

  1. Eu não comprei para a Larah essa cadeirinha mas, me arrependo, ela realmente é uma ótima opção quando precisamos executar alguma atividade e ainda estar de olho no bebê. Quem sabe numa próxima gestação..rss

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *