Blog de mãe – a minha maternidade

Blog de mãe – a minha maternidade

Blog de mãe, ao meu ver, é a forma de expressar em palavras o que aprendo diariamente com a maternidade.

Comecei a escrever o blog como um diário aberto, com relatos de experiências, minhas experiências. Na adolescência tive diários, e era uma forma de expressar as vivências daquela fase, sem que outras pessoas soubessem. Era mágico pois, além de registrar momentos, conseguia analisar situações de outra forma após ler o que havia escrito.

Segundo a Wikipédia, o blog atual é uma evolução dos diários online.

Blog de mãe, um diário sobre a maternidade.

blog de mãe
Blog de mãe, o diário da maternidade!

A maternidade é um aprendizado constante, ninguém é especialista {não dá}, cada mãe tem uma forma única de maternar, assim como os filhos são únicos, com necessidades individuais.

Meu primogênito nasceu quando tinha 23 anos, e nessa fase minhas amigas estavam focadas em suas carreiras. Os passeios se tornaram diferentes dos meus {ou os meus passeios tornaram-se diferentes dos delas}, assim como a rotina. Apesar de receber carinho das amigas, elas não estavam vivendo a maternidade.

Minha mãe, avó, vizinhas, acabaram sendo minhas fontes de informações, lógico que também {e principalmente} a pediatra… Sentia falta de alguém vivendo aquele momento também.

Com o crescimento do Gabriel, comecei a encontrar esse contato com as mães dos amigos dele, seja no parquinho ou na saída da escola.

Com o Daniel estava mais segura, afinal, não era mãe de primeira viagem… {inocente eu!} Cada gestação é diferente, assim como as dificuldades e dilemas! Apesar de ter experiências com algumas situações, outras surgiram… novas, inéditas!

Percebi que a internet poderia ser uma amiga! Não para pesquisar sobre doenças, longe disso {na verdade, nunca faça isso}, para isso consulto a pediatra… mas para um apoio, para encontrar pessoas que estão vivendo ou viveram situações parecidas. Encontrar mães com mesmos pensamentos e dúvidas. Alguém que não ache boba a sua ideia ou ponto de vista…

No início não acreditava que as pessoas pudessem ler, até que algumas amigas começaram {afinal, amigas são para essas coisas!}… Nesse momento elas conheceram a maternidade e se identificaram, era o que precisava, o combustível para continuar.

A cada curtida, compartilhamento ou comentário, ficava feliz por dividir minha experiência com alguém {ainda continuo assim}, fico imaginando que alguém, mesmo que apenas uma pessoa, estava precisando ler aquele texto.

Seja em assuntos leves como decoração e festas, até assuntos mais delicados como o aborto espontâneo ou a amamentação cruzada.

A questão é que, diferente dos meus diários da adolescência, onde guardava à 7 chaves minhas experiências, meu blog de mãe {ou diário da maternidade}, minhas experiências estão expostas e torço para mais e mais mães se identifiquem com, pelo menos, um pouco das minhas vivências, e também compartilhem as delas…

FACEBOOK // INSTAGRAM // PINTEREST

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *